fbpx
Artigo Jornal Negócios 181107

Artigo Jornal Negócios 181107

IES traz coimas a dobrar. Contabilistas pedem tempo.

Jornal de Negócios: 7 Novembro 2018
Filomena Lança e Susana Paula 

«As empresas que não entreguem dentro do prazo o ficheiro de auditoria tributária, ou que não o submetam de todo, vão passar a estar sujeitas a uma coima que pode ir aos 7.500 euros.

IMG_20181107_105234

A essa coima vai somar-se uma outra, de valores potencialmente idênticos, pela não 

entrega da Informação Empresarial Simplificada (IES), que está dependente do dito ficheiro. Na prática, será uma coima a duplicar, num contexto em que os contabilistas dizem que “não há condições” para as empresas começarem de imediato a cumprir as regras que, tecnicamente, estão em vigor desde de 1 de Novembro. (…)»

 

Diz o Jornal de Negócios na sua edição de 7 de Novembro.

 

A Cloudware, tem vindo, quer pelas suas publicações, quer pelas ações de formação, alertar os Profissionais de Contabilidade e os Empresários para esta questão do envio do ficheiro SAF-T (PT) da Contabilidade e dos problemas que podem decorrer nas inconformidades existentes nessa informação.

O software TOConline, desenvolvido pela Cloudware numa parceria com a Ordem dos Contabilistas Certificados, é um dos quatro softwares de contabilidade que detém o Selo de Validação da Autoridade Tributária que lhe confere a sua veridicidade a produção e exportação do ficheiro SAF-T (PT) Contabilidade.

 

Newsletter

Deixar uma resposta

Close Menu